CONHEÇA A BIOMOL!


BIOMOL


Como o objetivo de esclarecer e orientar sobre os exames de Genética e Biologia Molecular, o Laboratório Plinio Bacelar criou a BioMol.

Pautado pela qualidade, busca constante pela modernidade, tecnologia e acompanhando a tendência mundial em exames laboratoriais, o Laboratório vem disponibilizando uma lista cada vez mais completa de exames complexos e modernos, sempre atendendo às necessidades médicas.

Contamos com parceiros estratégicos na transferência de tecnologia dos principais Laboratórios especializados do país em Medicina Genômica, garantindo alta qualidade e referência em serviços de sequenciamento genético de última geração!

OS EXAMES DE GENÉTICA E BIOLOGIA MOLECULAR ESTÃO DISPONÍVEIS NA SEDE DO LABORATÓRIO PLINIO BACELAR.



SEXAGEM FETAL


Sexagem Fetal é um exame para a determinação do sexo do bebê e partir de uma amostra de sangue materno, onde é realizada a pesquisa do cromossomo Y circulante no plasma da mãe. Como os cromossomos Y são exclusivos de indivíduos do sexto masculino, a presença de fragmentos no sangue da mãe indica uma gestação do sexo masculino. Por sua vez, a sua ausência indica uma gestação do sexo feminino.

O teste é seguro e apresenta uma sensibilidade de 99% a partir da 8ª semana completa da gravidez. Contrariamente ao exame de ultrassom, por exemplo, onde somente a partir da 13ª semana é possível alcançar uma sensibilidade elevada para identificação do sexo.

No caso de uma gestação gemelar, o exame de sangue fetal consegue identificar ambos os sexos na gestação monozigótica (gêmeos univitelinos), pois ambos compartilham o mesmo sexo. Para gêmeos bivitelinos (presença de duas placentas) com resultado masculino, o exame indica presença de pelo menos um menino, não podendo esclarecer o sexo do outro feto. A ausência do cromossomo Y indica que ambos os sexos são femininos.



NIPT


O NIPT, ou Teste Pré-Natal Não Invasivo, é um exame de triagem que detecta ainda na gestação e através de uma amostra de sangue materno, se o bebê apresenta algumas das principais síndromes genéticas como Síndrome de Down (Trissomia do cromossomo 21), Síndrome de Patau (Trissomia do cromossomo13), Síndrome de Edwards (Trissomia do cromossomo 18), Síndrome de Klinefelter e Monossomia do X, além de determinar o sexo fetal.

Feito com apenas uma amostra de sangue da paciente, o resultado fica pronto em até 15 dias. É seguro, preciso e não invasivo, não oferecendo risco à saúde da mamãe e do bebê, e pode ser feito a partir das 9 semanas de gestação, mediante orientação do médico responsável.

Até recentemente, o rastreio não invasivo de anomalias cromossômicas no período pré-natal era realizado somente com ultrassonografia combinada à triagem bioquímica no soro materno, mas os avanços tecnológicos na análise de DNA permitiram desenvolver exames de triagem pré-natal como o NIPT que, devido ao seu alto grau de assertividade, reduz também a necessidade da realização de outros exames invasivos.

Este exame está disponível no Laboratório Plinio Bacelar, através da Biomol, juntamente com um corpo técnico e clínico altamente especializado, equipamentos e metodologias de última geração.



SEQUENCIAMENTO COMPLETO


O sequenciamento completo dos Genes BRCA1 e BRCA2 tem como objetivo detectar variantes e classificá-las de acordo com o potencial de patogenicidade, ou seja, capacidade de causar o câncer.

O teste de BRCA1 e BRCA2 é indicado para pacientes com histórico pessoal ou familiar (parentes da primeira até a terceira geração) de câncer no ovário, câncer de mama, câncer de pâncreas ou ancestralidade judaica asquenazes.

Consulte seu médico e previna-se!



SEQUENCIAMENTO DE EXOMA


A análise genômica por sequenciamento do exoma é a mais recente revolução genética. Anteriormente, os genes eram estudados um a um, numa procura de mutações que causassem doenças. Com o sequenciamento e exame do exoma completo, passou a ser possível investigarmos todos os genes com um único exame, o que desobriga o médico a escolher um gene específico para teste.

Assim, as técnicas mais demoradas e com falhas, foram substituídas por um exame que permite encontrar respostas com muito mais eficiência, além da obtenção de um grande volume de informações a respeito da constituição do DNA do paciente.

As informações são processadas e organizadas de modo a que se identifiquem todas as variações genéticas que, em seguida, serão analisadas com o objetivo de reconhecer a alteração responsável pelo quadro clínico do paciente.



HLA B227


O HLA-B27 está fortemente associado a várias doenças reumáticas como, por exemplo, espondilite anquilosante - EA, que afeta a coluna espinhal e as articulações sacroilíaca e periféricas, Síndrome de Reiter, uveíte anterior aguda, entre outras.

O exame para espondilite anquilosante – EA é atualmente realizado por meio da detecção do alelo HLA-B27 em pacientes que apresentam sintomas clínicos característicos da doença, uma vez que 90% das pessoas afetadas apresentam o alelo. Além disso, o risco da doença aumenta três vezes se a pessoa HLA-B27 positivo tiver um parente de primeiro grau com EA.

Em caso de dúvidas, procure o seu médico ou profissional de saúde responsável.



INTOLERANCIA AO GLUTEN


A Doença Celíaca consiste numa desordem sistêmica autoimune desencadeada pela ingestão de glúten. É caracterizada pela inflamação crônica da mucosa do intestino delgado que pode resultar na atrofia das vilosidades intestinais, com consequente má absorção intestinal e suas manifestações clínicas.

Ocorre em pessoas com tendência genética à doença, e a sua predisposição pode ser avaliada atualmente por um exame não invasivo.

A utilidade clínica deste perfil genético é auxiliar o profissional de saúde a individualizar o tratamento após a avaliação clínica e constatação de suspeita da doença, sendo um importante aliado para o diagnóstico e auxílio para que a doença não avance.

Podendo variar de pessoa a pessoa, os sintomas mais comuns da doença são a diarreia crônica, anemia, vômitos, atraso no crescimento, distensão abdominal (barriga inchada) e aftas de repetição.



INTOLERANCIA À LACTOSE


A lactase é a enzima da mucosa intestinal responsável pela hidrólise da lactose nos seus constituintes absorvíveis: glicose e galactose. Sabe-se que sua produção persiste durante a vida adulta em algumas pessoas e em outras não. Sendo que, os indivíduos que não produzem a enzima lactase são intolerantes à lactose e apresentam sintomas, principalmente intestinais, quando ingerem leite ou outros produtos que contenham lactose.

O início e extensão dos sintomas são variáveis dependendo de fatores ambientais e epigenéticos, mas alguns podem ser citados: distensão e dores abdominais, flatulência, diarreia crônica, síndrome do intestino irritável e mudanças no perfil da flora intestinal, doenças crônicas associadas como infecções de repetição de amigdalite, otite, doenças respiratórias, doenças autoimunes, alterações no crescimento e na maturação óssea, alterações da microbiota e doenças metabólicas.

Diferentemente de outros exames disponíveis, este teste é rápido, não necessita jejum e não causa o desconforto da ingestão de uma sobrecarga de lactose.

Para mais informações, entre em contato:
(22) 2726-6000
Rua José do Patrocínio, 99 - Centro



NOTÍCIAS


Novembro Azul também é sobre Diabetes!

Novembro Azul também é sobre Diabetes!

Saiba mais

Apoio ao esporte!

Apoio ao esporte!

Saiba mais

Chegou o Novembro Azul!

Chegou o Novembro Azul!

Saiba mais

LABORATÓRIO DE PESQUISAS CLÍNICAS PLINIO BACELAR

Rua José do Patrocínio, 99 - Centro
CEP 28010-385 | Campos dos Goytacazes | RJ

NMaster | Soluções em Tecnologia